Destaques

Gasolina sobe mais 10% nos primeiros cinco dias de setembro

04/09/2017

Em apenas quatro dias do mês de setembro, a Petrobrás realizou a absurda marca de três reajustes no preço da gasolina que, somados, chegam ao patamar de mais de 10% de alta.

Na sexta-feira (1º), o governo reajustou o preço da gasolina em 4,2%. Logo em seguida, novo reajuste de 2,7%. E, hoje (4/9), o governo golpista do Michel Temer anunciou mais 3,3% de aumento da gasolina nas refinarias.

Como não resta dúvida que essa alta será repassada para o consumidor final, dia após dia, andar de carro está se tornando proibitivo. Parece até que é uma tentativa de forçar a população a andar a pé, principalmente, aqui em Brasília, onde o transporte público é de péssima qualidade.

E essa conta não vai ser paga somente pelos proprietários de veículos automotores, mas por toda a sociedade. Isso porque, com esses sucessivos reajustes trazidos pela nova política de preços da estatal, serão inevitáveis os aumentos em cascata em toda a cadeia produtiva nacional, principalmente, no setor de serviços alimentícios.

Tudo isso com o objetivo de satisfazer aos interesses do capital financeiro internacional. Uma atitude irresponsável contra a nossa população.

Há ainda aqueles que, nos tempos dos governos Lula e Dilma, ficavam esbravejando que a Petrobrás dava prejuízo, quando, na realidade, a política de preços visava proteger o povo brasileiro.

Pergunto-me até quando a população vai aguardar de maneira passiva a destruição do próprio país? Esse governo golpista está aniquilando a classe média e a população mais pobre do Brasil.

Fonte: Brasil 247